Acesso 5G FWA: saiba porque essa sigla vai ser muito falada em pouco tempo

Redação – 12.06.2020 –

Tecnologia abre espaço para que as operadoras móveis ofereçam novo acesso em banda larga

Uma pesquisa recém-lançada pela Nokia aponta as redes fixas sem fio (FWA) como grande oportunidade para a oferta de banda larga. Elas já existem e são uma solução que entrega capacidade de transmissão de dados onde a fibra óptica não chega. Estamos falando de regiões rurais ou periféricas que não justificam o investimento em infraestrutura cabeada tradicional. Com o advento do 5G, as redes FWA ficam mais turbinadas.

A pesquisa da Nokia mostra a receptividade do lado dos usuários. Realizado pela Parks Associates, o levantamento ouviu 3 mil pessoas no Reino Unido, EUA e Coréia do Sul e examinou a compreensão e a demanda dos consumidores por serviços 5G em seis casos de uso diferentes, incluindo veículos autônomos, vigilância por vídeo e tecnologias imersivas1. “A pesquisa confirma que há uma oportunidade para as operadoras de telefonia móvel competirem com os provedores de banda larga, oferecendo o FWA para residências e empresas”, diz o estudo.

As novas descobertas destacam que 76% dos entrevistados consideram a FWA como o caso de uso mais atraente no geral, com 66% afirmando que assinariam o 5G FWA se custasse o mesmo que seu serviço de banda larga atual e oferecesse o mesmo ou melhor desempenho. De fato, mais pessoas se inscreveriam se custasse menos. Atualmente, 41% dos entrevistados só tinham a opção de um único provedor de banda larga, com muitos ressentindo essa falta de escolha. Isso destaca a oportunidade que as operadoras móveis têm de oferecer a FWA como alternativa aos serviços tradicionais de banda larga.

Esta pesquisa foi realizada antes da pandemia global do Covid-19, que levou o mundo a trabalhar e aprender em casa, no entanto, mesmo assim, os consumidores já queriam videochamadas de melhor qualidade. Os dados indicam que 90% classificaram fluxos de vídeo ininterruptos de alta qualidade como um aspecto “muito valioso” do 5G, com 66% atribuindo a mesma classificação à captura e transmissão de vídeos e 69% à detecção e alertas de vídeos. Mais de um terço dos consumidores considerou as experiências de AR para o comércio remoto mesmo antes da crise. A necessidade e o apelo provavelmente aumentaram com o distanciamento social.

De maneira mais ampla, as perspectivas para o 5G são positivas com base nos resultados. Embora a familiaridade atual com o 5G permaneça bastante baixa, com apenas metade dos consumidores reivindicando qualquer nível de familiaridade, o apelo do 5G aumenta com a educação. Oitenta por cento das pessoas que estão familiarizadas com 5G o acham atrativo, em comparação com 23% das pessoas que não estão familiarizadas. Além disso, mais de 50% dos proprietários de smartphones disseram que provavelmente trocariam de operadora se o provedor atual não oferecer 5G nos próximos 12 meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *