Aço de alta resistência reduz tempo de fabricação de basculantes no Chile

Redação – 07.08.2020 –

 

A fabricante de implementos rodoviários do Chile, a CIP, adota aço de alta resistência (Hardox 450) desde 2002 e contabiliza que a tecnologia reduziu o tempo de fabricação dos basculantes para caminhões, levando a produtividade a aumentar em 40%. O avanço industrial é somado à maior vida útil do componente, argumento utilizado comercialmente para a empresa nos mercados em que atua.

“Cerca de 70% dos componentes do basculante são usados com aço Hardox 450, fornecido pela SSAB”, diz Gonzalo Parry, diretor de operações da CIP. Segundo a SSAB, esse tipo de aço é mais resistente à abrasão e combina boas qualidades de dobra e solda, o que o habilita a ser usado em diversos componentes e estruturas submetidos ao desgaste. “É o material mais indicado para as aplicações que precisam suportar condições mais severas sem ocasionar rachaduras ou deformações, como nas aplicações do setor de mineração”, pontua a companhia. 

Para Gonzalo Parry, a tecnologia proporcionou redução de peso do basculante, além de ampliar a resistência ao uso, ao impacto e aos desgastes. “Inicialmente, fabricávamos um modelo de basculante mais pesado e que era próprio da mineração antiga. A capacidade usada para movimentação entre as tarefas era proporcionalmente menor em relação à atual”, compara.

Ele conta que, três anos depois do primeiro basculante fabricado pela CIP, ele e sua equipe viajaram ao norte do Chile para visitar empresas de mineração, junto com o gerente técnico e um especialista em desgaste da SSAB da Suécia. “Percebemos que, com os resultados finais, com números exatos e medições de desgaste e espessura, os basculantes tinham uma vida útil maior do que o projetado”, disse o diretor, destacando que o cliente podia confiar que o equipamento não ia se desgastar com o tempo. “E isso foi convencionado: claramente, o basculante tinha um bom design e o aço estava cumprindo com o que tínhamos prometido”.

Para o desenvolvimento do basculante, que os técnicos da SSAB forneceram o aporte completar ao design final do equipamento. “Ocupamos poucas horas de trabalho na fabricação desse modelo e isso nos possibilitou 40% de aumento na produção em comparação com 10 anos atrás, o que nos permite maximizar muito mais o tempo de fabricação e de entrega. Hoje, no Chile, sabemos que somos o fabricante mais rápidos na produção de basculantes”, completa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *