Aeroporto de Floripa adota inteligência artificial para medir temperatura de passageiros

Redação (InfraDigital*) – 07.10.2020 –

O Aeroporto Internacional de Florianópolis (Floripa Airport) implantou câmeras térmicas e outras tecnologias para medir a temperatura dos passageiros no desembarque. A solução, fornecida pela Intelbras, além de identificar pessoas com temperatura elevada, um dos sintomas da COVID-19, registra o uso de máscaras.

As câmeras térmicas substituem o uso de pistolas de medição individual de temperatura, garantindo um controle mais rápido para evitar aglomeração no desembarque. A solução também é composta por gravador inteligente de imagens, equipamento de precisão para medição de temperatura e software de gerenciamento.

A câmera identifica e gera alertas de pessoas com alta temperatura de forma automática, com auxílio da Inteligência Artificial. Ela pode acionar sistemas de alarme, controle de acesso e avisos na tela do operador. O equipamento também possui reconhecimento facial, o que ajuda na identificação das pessoas e no controle do uso de máscaras.

“A indústria da aviação sempre teve elevados padrões sanitários. E agora nós os intensificamos. A solução térmica é um exemplo, que garante eficácia, conforto e segurança aos nossos passageiros e para a comunidade aeroportuária”, diz Ricardo Gesse, CEO do aeroporto de Florianópolis.

O novo sistema mede a temperatura de até 15 pessoas simultaneamente e à distância. Se um passageiro com temperatura elevada for identificado, ele será abordado pelos profissionais da Vigilância Sanitária municipal, presentes no aeroporto, e encaminhado para avaliação de sintomas. Além da aferição de temperatura, a solução possui tecnologia de reconhecimento facial, que identifica o uso correto de máscaras.

“A pandemia do novo coronavírus trouxe diversos desafios para as companhias aéreas, aeroportos e passageiros. A saúde de todos se tornou prioridade, portanto, é realmente gratificante poder contribuir com nossas tecnologias e soluções inovadoras, para tornar a Floripa Airport ainda mais eficiente e segura”, diz Marcus Ferraz Haudsch, gerente de soluções e projetos da Intelbras. Segundo ele, a empresa tem soluções para viabilizar o monitoramento e o funcionamento de hospitais, farmácias, bancos, órgãos públicos e setores essenciais, como os aeroportos, neste momento de pandemia.

(*) O InfraDigital é um projeto comum de conteúdo do InfraROI e o do IPNews. Para informações sobre o formato, consulte Jackeline Carvalho (jackeline@cinterativa.com.br), Nelson Valêncio (nelson@canaris-com.com.br) ou Rodrigo Santos (rodrigo@canaris-com.com.br).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *