AES Tietê mostra como reduziu – em 88% – o número de paradas forçadas de máquinas

Da Redação 04.08.2015 –

A AES Brasil, grupo com operações em São Paulo e Rio Grande do Sul e que atende cerca de 8 milhões de residências, mostrou porque a gestão e a manutenção adequada de ativos pode fazer a diferença. Na AES Tietê, uma das empresas da companhia, o número de paradas forçadas foi reduzido em 88%. O resultado foi apontado pelo diretor do Grupo AES Brasil, Britaldo Soares, um dos palestrantes do 30° Congresso Brasileiro de Manutenção de Gestão de Ativos (CBMGA).

De acordo com Soares, o primeiro ponto de atenção na gestão dos ativos é conferir a eficiência dos equipamentos e avaliar se eles estão remunerando o investimento. Para ele, é importante avaliar se eles contribuem para o melhor resultado e para a capacidade de crescimento do negócio. Soares lembrou que um passo fundamental na AES Tietê foi a busca da certificação do PAS 55, focando em padrões e técnicas que elevaram o desempenho dos ativos.

Respondendo por 11% da geração de energia distribuída no país, o grupo AES Brasil atende 23 milhões de consumidores, o que significa que a manutenção e a gestão adequada de ativos evita problemas como quedas de energia. “Como é uma situação diferente e complexa, com equipamentos mais espalhados, optamos por trazer um selo externo para avaliar a nossa metodologia de gestão, envolvendo cerca de três mil pessoas nesse processo”, explica Soares. O executivo destaca ainda que a AES Tietê e a AES Eletropaulo já obtiveram a certificação da ISO 55001, enquanto a AES Sul já foi auditada e aguarda a confirmação da certificação.

Deixe uma resposta

*

Este post foi visto 958 vez(es).