Agronegócios puxam desempenho positivo da indústria de implementos rodoviários

Redação – 07.05.2021

Resultados mostram reação positiva nos primeiros quatro meses do ano. Vendas anteriores também contribuíram afirma Anfir

A indústria de implementos rodoviários mostra uma reação positiva no período de janeiro a abril desse ano segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir). Foram registradas 48.643 unidades emplacadas no primeiro quadrimestre, um resultado 57,5% superior ao do mesmo período do ano passado. Para a entidade, duas razões explicam os números: a retomada do setor de agronegócios e as vendas anteriormente realizadas em outros segmentos e que são entregues ao longo do primeiro semestre.

A falta de componentes, com destaque para a escassez de pneus, continua sendo um dos obstáculos para o setor. Outro problema é o aumento de custos de matérias-primas e insumos. Para superar a situação, a indústria busca alternativas com o objetivo de regularizar as entregas. “Implemento rodoviário é fundamental no sistema de distribuição de matérias-primas, remédios, produtos hospitalares, produtos industrializados e produção agrícola”, diz  José Carlos Spricigo, presidente da Anfir.

De acordo com a entidade, o segmento de Reboques e Semirreboques (Pesado) entregou ao mercado no primeiro quadrimestre do ano 28.772 unidades, ante 16.348 produtos no mesmo período de 2020. Isso representa variação positiva de 76%.

No setor de Carroceria sobre chassis (Leve), o volume de emplacamentos registrado nos quatro primeiros meses de 2021 foi de 19.871 produtos. No primeiro quadrimestre de 2020, o total vendido chegou a 14.530 unidades, representando 36,76% de recuperação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *