Alagoas: municípios com obras de esgotamento inacabadas terão apoio da Seinfra

Da assessoria de imprensa da Seinfra/AL – 25.02.2016 –

Giro de obras: secretaria verifica as ações que possam destravar a paralisação de determinada construção, elaborando projetos e prestando consultorias

Os municípios com entraves para a conclusão de obras de esgotamento sanitário no estado de Alagoas já tem uma solução: a Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), por meio da Superintendência de Políticas de Saneamento, está prestando apoio técnico e institucional a essas cidades.

O trabalho funciona de acordo com a demanda de cada município. Alguns não conseguem concluir a obra por falta de projeto, conhecimento geográfico da região e carência de pessoal. A Seinfra, por sua vez, verifica as ações do município para destravar a paralisação de determinada obra, elaborando projetos e prestando consultorias.

alagoas

Jequiá da Praia foi uma das cidades contempladas com esse apoio. Um projeto foi elaborado para a prefeitura local, informando a área da cidade e uma estimativa de valores para a obra. “Com esse projeto em mãos, fica mais fácil do município conseguir verbas com o governo federal para a conclusão das obras. Dependendo do valor, o próprio Estado pode arcar”, explicou o superintendente Luiz Neto.

Ele ainda informou que as prioridades são as cidades com menos de 50 mil habitantes, litorâneas e ribeirinhas. Como o caso de Piaçabuçu, que já tem o sistema de esgotamento sendo implantado pela Seinfra. “No momento, estamos encontrando formas ágeis para que o esgotamento chegue a áreas específicas para a entrega das 170 casas do residencial Dalmo Santana”, colocou Luiz Neto.

O município de Murici, com menos de 50 mil habitantes, já tem 30% do sistema de esgotamento sanitário instalado, mas está sem tratamento. A Seinfra também vai prestar serviço técnico para o município. Os conjuntos Olavo Calheiros e Pedro Tenório Raposo, do Programa da Reconstrução, serão beneficiados com a rede de esgoto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *