Elektro investe R$ 110 mi em smart grid para região de Atibaia

Por Rodrigo Conceição Santos – 16.10.2018 –

Projeto deve atender 75 mil residências, reduzindo 80% das fraudes e ampliando em 50% a confiabilidade da infraestrutura.

A Elektro, distribuidora do grupo Neoenergia e pertencente ao conglomerado espanhol Iberdrola implantou a primeira infraestrutura LTE (4G da telefonia celular em frequência de 3,5 GHz) para rede de energia na América do Sul. O projeto está orçado em R$ 110 milhões, a serem aplicados até 2020, e abrange as cidades paulistas de Atibaia, Bom Jesus dos Perdões e Nazaré Paulista. Entre os objetivos do projeto está aumentar a confiabilidade da rede em 50% e reduzir as perdas comerciais (fraudes) em 80%. Hoje, a Elektro contabiliza perda de 0,5% da energia distribuída na região.

A área de abrangência dessa rede envolve cerca de 75 mil residências e pequenos comércios, num raio de 912 km². Todos devem receber medidores inteligentes até o final de 2020, sendo que os primeiros serão instalados já no mês que vem.

“Em suma, estamos transformando a distribuidora de energia numa orquestradora para uma cadeia de internet das coisas”, diz Heron Fontana, superintendente de smart grids da Neonergia. Ele quer dizer que a nova rede está preparada para atender dispositivos digitalizados, atendendo anseios de casa inteligente, veículos elétricos, gerenciamento de geração distribuída e, inclusive, a leitura dinâmica dos medidores inteligentes que serão implantados.

“Não teríamos a real dimensão dos obstáculos a serem vencidos em uma região metropolitana com infraestrutura ampla. Por isso a região de Atibaia foi escolhida, pois reúne vários desafios, inclusive de infraestrutura de telecomunicações, para consolidar a solução”, diz Giancarlo Souza, presidente da Elektro.

Os clientes da região representam 3% da base de clientes da Neoenergia no Brasil. A experiência com eles deverá balizar a implantação para todas as áreas de atuação do grupo até 2030, com investimentos que podem ultrapassar a casa dos R$ 10 bilhões.

A Nokia é a fornecedora dessa primeira rede. O fornecimento envolve seis estações base (eNeodeBs), além de sistemas de core da rede e CPEs (Customer Premises Equipments). A Nokia também fornece serviços que vão desde o projeto da rede até implantação, integração do sistema, operação assistida, manutenção e treinamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *