Banco Mundial radiografa as cidades mais competitivas do mundo

Da Redação – 11.12.2015

Instituição lançou relatório analisando 750 municípios e indica que competitividade é a chave para criar mais empregos e promover o crescimento

Lançando nessa quarta-feira, o documento Competitive Cities for Jobs and Growth: What, Who, and How faz uma análise de 750 cidades em todo o mundo, com o objetivo de determinar o que as fazem competitivas e como isso tem impulsionado sua economia. O relatório, segundo o Banco Mundial fornece um catálogo de dados urbanos dessas cidades e pode ser usado como benchmark de seu desempenho.

Cerca de 75% dos municípios listados têm uma característica comum: eles crescem a uma taxa maior do que a taxa nacional de seus países desde 2000. Para o Banco Mundial, quanto melhor o desempenho, maiores as chances de criação de empregos. Esse nível acima da taxa nacional não significa grandes desempenhos, mas uma performance levemente acima em alguns casos, com destaque para as cidades que exportam bens e serviços para outras cidades ou países.

“O setor privado contabiliza cerca de 75% dos empregos criados mundialmente. Para aumentar o crescimento, o foco das cidades deve ser na expansão de empresas existentes, criar novas outras e atrair investidores”, explica Anabel Gonzalez, diretora sênior da área de Trade & Competitiveness Global Practice do Banco Mundial. De acordo com ela, são cidades secundárias que estão marcando pontos e não as grandes capitais. Na lista ela coloca Saltillo, Mexico, Meknes and Tangier, no Marrocos, Coimbatore, na India e Gaziantep, na Turquia, entre outras.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *