Brado investe em logística de contêineres

Da Redação – 10/07/2017 –

Empresa de logística implanta melhorias na movimentação de contêineres e contabiliza ganhos de eficiência e capacidade no manuseio de cargas de maior valor agregado.

Na área de logística, a eficiência das operações é fundamental para a competitividade das exportações ou da distribuição da carga movimentada. Ciente dessa máxima, desde 2016 a Brado Logística investiu 16 milhões de reais em seus terminais portuários, armazéns alfandegados, portos secos e demais unidades, obtendo maior capacidade de operação e ganhos de eficiência na movimentação das cargas conteinerizadas.

Segundo Zuleica Melo, gerente executiva de Performance e Negócios da Brado, cada segmento de mercado apresenta exigências específicas para a movimentação de contêineres, o que requer uma adequação dos operadores logísticos. “Por esse motivo, investimos não apenas na infraestrutura operacional, mas também na qualificação dos profissionais e na contratação de especialistas para o atendimento aos mercados mais exigentes do mundo”, diz ela.

Entre as variáveis, ela explica que, enquanto as cargas alimentícias demandam soluções sanitárias e de engenharia, o transporte de madeira adota uma série de padrões, do carregamento dos contêineres à logística de exportação. Já o algodão, que também vem ganhando espaço entre as cargas conteinerizadas, tem exigido soluções tecnológicas para a rastreabilidade do produto.

Entre os investimentos realizados, a empresa adquiriu cinco novos reach stackers para a movimentação dos contêineres e alguns de seus pórticos passaram por adaptações, para melhor atender à demanda. Em seus terminais, a Brado melhorou a área de recepção de contêineres com a instalação de mais tomadas para reefers (contêineres que carregam frigorificados), de torres de energia, estações de tratamento de efluentes e áreas de PTI (pre-trip inspection).

Para Marcelo Saraiva, diretor Comercial e de Operações da empresa, as cargas tradicionais e de maior valor agregado (como os frigorificados) saem ganhando com os investimentos em logística de contêineres. “Esse reforço na nossa infraestrutura melhora a qualidade do serviço oferecido e a proteína animal (bovinos, suínos e aves) ganha espaço nas duas principais rotas de atuação da Brado: de Mato Grosso ao Porto de Santos (SP) e do interior do Paraná ao Porto de Paranaguá (PR)”, ele conclui.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *