Caminhão Actros, da Mercedes, ganha prêmio na categoria de comercial pesado da Automotive Business

Da redação – 20.06.2016 – 

Lançado em outubro de 2015, modelo já teria vendido mais de 210 unidades, com destaque para aplicação em agronegócios, segundo montadora

Das 13 categorias do prêmio REI, promovido pela Automotive Business, a Mercedes Benz levou três troféus. Além do melhor na categoria Comercial Pesado, a montadora alemã recebeu as premiações de Empresa do Ano e de Profissional de Montadora, atribuído ao presidente e CEO da América Latina, Philipp Schiemer.

Leoncini (esquerda) e Schiemer (CEO), recebem premiação pela Mercedes.
Leoncini (esquerda) e Schiemer (CEO), recebem premiação pela Mercedes Benz. 

“Essa importante premiação é mais uma clara demonstração do rápido sucesso do novo Actros. Lançado em outubro do ano passado, nosso top de linha já teve cerca de 210 unidades vendidas e está presente em várias regiões do País, especialmente no setor do agronegócio”, argumenta Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing & Peças e Serviços Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. Segundo ele, nessa área o caminhão se destaca como mix road, atuando com eficiência, produtividade e rentabilidade em atividades que envolvem estradas e vias não pavimentadas numa mesma operação.

De acordo com a montadora, o cavalo mecânico Actros passou a ser equipado com um novo motor Mercedes-Benz OM 460 de 13 litros com potência de até 510 cv, fabricado no Brasil. Além disso, se destaca pelo câmbio automatizado otimizado para as condições das estradas brasileiras, eixos sem redução nos cubos e freios a tambor, visando incrementar a produtividade e, ao mesmo tempo, reduzir o consumo de combustível e o custo de manutenção.

Os novos tanques de alumínio de 1.080 litros garantem a maior autonomia do mercado. Em termos de conforto para o motorista, o modelo recebeu uma nova cama, climatizador e um novo painel totalmente interativo. O Actros também possui um novo design, com modificações nos faróis e nos para-choques dianteiros.

Nos últimos dois anos, a Mercedes anunciou investimento de R$ 730 milhões para modernização e ampliação de suas fábricas de São Bernardo do Campo (SP) e Juiz de Fora (MG), que produzem caminhões e ônibus. Com isso, o aporte chega a R$ 3,2 bilhões aplicados no período de 2010 a 2018, segundo ela o maior já realizado no segmento de veículos comerciais no Brasil.

Com a criação da unidade de automóveis premium, em Iracemápolis (SP), a Mercedes também passou a ser a única empresa do setor automotivo a produzir, na América Latina, caminhões, ônibus, vans e automóveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *