Chinesa State Power avança no Brasil

Da Redação – 17.04.2017 –

Empresa compra ativos da australiana Pacific Hydro, que inclui parques eólicos e hidrelétricas

Parque Eólico Vale dos Ventos, até então operado pela Pacific Hydro no Nordeste
Parque Eólico Vale dos Ventos, até então operado pela Pacific Hydro no Nordeste

A SPIC, sigla para State Power Investment Corporation, é mais uma empresa chinesa que amplia sua presença no país. A ocupação de espaço acontece com a compra de ativos da holding australiana Pacific Hydro e que inclui geração hidroelétrica e eólica. A aquisição também marcaria a estratégia de expansão da corporação para a América Latina, com foco em energias renováveis.

De acordo com uma comunicação oficial, a SPIC avalia potenciais de ativos de geração hidroelétrica de grande porte, ativos eólicos e a participação nos próximos leiloes eólicos a serem promovidos pelo governo brasileiro. Outra iniciativa recente foi a compra de 27,3% da participação da Astaldi SpA – completando 100% de participação acionária – na hidroelétrica Chacayes de 111 MW de capacidade instalada no rio Cachoapal no Chile.

Em números, a SPIC tem uma carteira de ativos que chegaria a 113 bilhões de dólares e uma capacidade instalada de geração que ultrapassa 110 GW. Com um grupo de cerca de 140 mil colaboradores ao redor do mundo, seus negócios incluem geração, carvão, alumínio, logística, finanças, proteção ambiental e indústrias de alta tecnologia. A corporação tem presença em 36 países e regiões no exterior, incluindo Malta, Japão, Turquia e Vietnã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *