Com acondicionamento em contêineres, empresa do Grupo Sotreq aumenta exportações de máquinas usadas

Da Redação – 05.07.2016 – 

Alta do dólar e o uso de leilões eletrônicos estão impulsionando o interesse de empresas estrangeiras de adquirir equipamentos usados no Brasil.

Foto de Divulgação Sotreq
Foto de Divulgação Sotreq

A Soimpex, empresa do Grupo Sotreq, planeja aumentar seu faturamento com a exportação de máquinas usadas. De acordo com a empresa, a alta da taxa do dólar vem estimulando as exportações, pois ficou mais atrativo para companhias estrangeiras adquirirem equipamentos usados no mercado brasileiro.

Segundo Valeska Vasconcellos, gerente comercial da Soimpex, outro fator que contribuiu com a alavancada das exportações é a crescente utilização de leilão eletrônico, onde são disponibilizados equipamentos usados para clientes conectados mundialmente. “Estamos exportando equipamentos usados para vários continentes: Europa, Ásia e Américas. Esse aumento na exportação de usados representa uma mudança no comportamento do mercado e favorece o setor”, salienta ela.

A empresa vem utilizando sua experiência no comércio exterior apresentando aos compradores estrangeiros uma solução logística de exportação com custos reduzidos, pois as máquinas são desmontadas com o auxílio de uma equipe técnica, para poderem ser acondicionadas em contêineres. “Dessa forma, conseguimos otimizar as despesas de frete internacional para o cliente”, conclui Valeska.

 

Com acondicionamento em contêineres, empresa do Grupo Sotreq aumenta exportações de máquinas usadas

 

Da Redação – 05.07.2016 –

 

Alta do dólar e o uso de leilões eletrônicos estão impulsionando o interesse de empresas estrangeiras de adquirir equipamentos usados no Brasil.

 

A Soimpex, empresa do Grupo Sotreq, planeja aumentar seu faturamento com a exportação de máquinas usadas. De acordo com a empresa, a alta da taxa do dólar vem estimulando as exportações, pois ficou mais atrativo para companhias estrangeiras adquirirem equipamentos usados no mercado brasileiro.

 

Segundo Valeska Vasconcellos, gerente comercial da Soimpex, outro fator que contribuiu com a alavancada das exportações é a crescente utilização de leilão eletrônico, onde são disponibilizados equipamentos usados para clientes conectados mundialmente. “Estamos exportando equipamentos usados para vários continentes: Europa, Ásia e Américas. Esse aumento na exportação de usados representa uma mudança no comportamento do mercado e favorece o setor”, salienta ela.

 

A empresa vem utilizando sua experiência no comércio exterior apresentando aos compradores estrangeiros uma solução logística de exportação com custos reduzidos, pois as máquinas são desmontadas com o auxílio de uma equipe técnica, para poderem ser acondicionadas em contêineres. “Dessa forma, conseguimos otimizar as despesas de frete internacional para o cliente”, conclui Valeska.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *