CommScope compra Arris em negócio bilionário

Da Redação – 14.11.2018 –

Movimentação de US$ 7,4 bilhões envolve a aquisição da empresa de soluções de entretenimento e comunicações pela fabricante de soluções de infraestrutura para telecomunicações

Mais uma negociação bilionária junta mercados sinérgicos. Dessa vez é a compra da Arris pela CommScope. Outro movimento complementar é o do The Carlyle Group, administradora global de ativos alternativos, que entrou com US$ 1 bilhão na aquisição e, em função disso, reestabeleceu a posição de proprietária na CommScope. Segundo nota oficial, a combinação das duas empresas – CommScope e Arris – cria uma empresa com aproximadamente US$11,3 bilhões em receitas.

Mais do que receitas, a negociação posiciona a nova empresa para o futuro das comunicações com fio e sem fio, beneficiando-se de tendências como a convergência de rede, fibra e mobilidade em todos os lugares, 5G, Internet das Coisas e a mudança rápida das arquiteturas de rede e de tecnologia. As duas empresas vão ainda ter um orçamento combinado de US$ 800 milhões para pesquisa e desenvolvimento anual e um ativo com cerca de 15 mil patentes.

Mercado de mais de US$ 60 bilhões em 150 países

A Arris opera em três segmentos básicos: o de Customer Premises Equipment (CPE), permitindo acesso a dispositivos como modems de banda larga, gateways e roteadores e set-tops de vídeo e gateways; o de Network & Cloud (N&C), combinando infraestrutura de banda larga e vídeo com soluções de software baseadas em nível; e o de Enterprise Networks, incorporando as empresas recentemente adquiridas Ruckus Wireless e ICX Switch e se concentrando em conectividade sem fio e com fio, incluindo as soluções de serviço de rádio Citizens Broadband.

Na prática, a combinação poderá favorecer a implantação de infraestrutura de comunicação de ponta a ponta, com redes com e sem fio, mercado avaliado em cerca de US$ 60 bilhões, agora em mais de 150 países. Entre as novidades tecnológicas estariam a solução de small cells convergentes para redes sem fio licenciadas ou não, maior acesso integrado à banda larga e infraestrutura complementar de comunicação com e sem fio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *