Consumo de energia em SP mostra que economia ainda não se recuperou

Da Redação – 10.04.2017 –

Dados da Secretaria de Energia e Mineração indicam demanda estável no primeiro bimestre do ano.

O estado de São Paulo consumiu 21.270 gigawatts/hora (GWh) em energia elétrica, quantidade 0,36% maior que o verificado nos mesmos meses do ano passado. As residências responderam por 6.613 GWh (aumento de 0,87%) do total e o setor industrial por 7.354 GWh (aumento de 0,77%). Já o comércio, como era de se esperar pela crise, foi o setor que apresentou retração: 1,26% a menos em relação ao mesmo período de 2016.

Para o secretário de Energia e Mineração do Estado de São Paulo, João Carlos Meirelles, os  números demonstram que o movimento da economia nos últimos meses não é acompanhada pelo mercado. “A recuperação da economia brasileira ainda é lenta e não é sentida no consumo de eletricidade. As empresas não conseguiram retomar a produção no inicio do ano e isso reflete essa estagnação no consumo de energia elétrica. A partir do segundo semestre de 2017 esperamos ter uma retomada da produção que impacte no aumento do consumo de energia elétrica”, explica.

No balanço de 2016, o estado de São Paulo fechou o ano com um consumo de 127.065 GWh, uma queda em relação aos 130.736 GWh de 2015. Os dados são do Boletim Energético, publicação que reúne as informações mensais sobre sistemas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, além de gás canalizado e derivados de petróleo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *