Crescimento do e-commerce impulsiona setor de galpões logísticos 

Redação – 06.01.2021 –

De janeiro a agosto deste ano, o segmento de e-commerce cresceu 56,8%, de acordo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). E esse crescimento, impulsionado pela pandemia, aumentou a procura por galpões logísticos. É o que defende um levantamento da consultoria imobiliária Newmark.

As locações de galpões chegaram a 297 mil m² em outubro e dezembro no estado de São Paulo. Esse montante é 31% maior do que foi todo o último trimestre do ano anterior (2019). Com os dados de dezembro, ainda não fechados, o crescimento será ainda mais representativo.

Para a TM2 Planejamento e Projeto, empresa de consultoria, diligência técnica e estudos e projetos de arquitetura para condomínios industriais e logísticos, houve aumento de 30% nos projetos desenvolvidos para clientes nesse período. Já os estudos de viabilidade para desenvolvimento de novos empreendimentos, mais que dobraram.

“O momento é favorável, pois a demanda crescente, principalmente do comercio on-line, pede soluções de logística, armazenagem, distribuição, entre outros fatores. Os galpões bem localizados, com uma alta taxa de eficiência e uma boa proporção de docas por metro quadrado de armazenagem são os mais procurados. Em São Paulo, apenas cerca de 15% da área total de galpões está disponível para locação, o que acaba favorecendo a construção de novos condomínios logísticos”, diz Thiago Machado, sócio-diretor da TM2.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *