Cury Construtora adota aplicativo para otimizar entrega de apartamentos

Da Redação – 23.03.2015

Com uso da plataforma, nível de aceitação de apartamentos entregues subiu para 92%

curyA Cury Construtora acaba de adotar um aplicativo móvel – que roda em dispositivos como tablets e smartphones – para inspeção de obras em campo. Trata-se do SnagR, da Astrein, empresa que desenvolve softwares para esse segmento e outros como gestão de manutenção de facilities. A ferramenta possibilita o registro e compartilhamento de imagens, textos, requerimentos, indicações e plantas das construções via web. O objetivo do aplicativo é aumentar a transparência dos procedimentos de inspeção e agilizar a finalização das obras. No caso da Cury, a construtora já constatou melhorias na verificação de apartamentos para entrega, conseguindo aumentar para 92% o nível de aceitação das unidades na etapa de recebimento das chaves.

Segundo Fabiano Souza, gerente de Qualidade e Segurança da Cury, esse patamar de aceitação foi conseguido porque a empresa contou com a visualização de dados cruzados, uso da mobilidade e aumento da qualidade de informações proporcionadas pelo SnagR.

O executivo lembra que antes do aplicativo, o grau de satisfação dos clientes, ao examinar pela primeira vez o empreendimento, era de 78%. Em números, esse grau de satisfação acabava gerando um custo de R$ 200 mil ao ano em manutenção e retrabalho nos apartamentos recusados. “Com o uso da plataforma móvel e à medida que formos melhorando o aplicativo, esperamos chegar a 99% de aceitação na primeira vistoria,”, afirma. A coleta de informações por meio do SnagR também atinge a área de segurança do trabalho. A meta é melhorar as condições dos funcionários e evitar acidentes nas obras, sendo que a Cury usa o SnagR para gerar indicadores de qualidade da segurança, além de registrar dados de planejamento físico das obras.

About the Author
  1. Anderson Silva Reply

    Ótima noticia, seria interessante esse aplicativo em obras publicas para que possa ser acompanhada. Por que não ofertar essa qualidade?

    Abraços,

Deixe uma resposta

*

Este post foi visto 2767 vez(es).