Customização de máquinas de construção avança no mercado

Da Redação – 11/07/2017 –

Com a adaptação das máquinas para diferentes atividades, a concessionária Fornecedora, da Case Construction, impulsiona suas operações de rental.

Ao unir sua expertise de dealer com a de locadora , a Fornecedora Máquinas e Equipamentos, que representa a linha da Case Construction em parte da região Nordeste do país, adotou um procedimento que vem se consolidando como uma tendência do mercado: a customização de máquinas de construção para diferentes atividades. De acordo com André Ribeiro, diretor Comercial da empresa, a iniciativa surgiu devido à carência de oportunidades na região em que a Fornecedora opera, o que demandava soluções diferenciadas e criativas.

“No início dos anos 2000 já adotamos soluções desse tipo, como a adaptação de escavadeiras com cabine elevada e eletroímã, ou sua implementação com sistemas de bate-estaca para desagregar material, assim como o uso de engates rápidos em operações com vários acessórios”, diz Ribeiro. Para isto, ele destaca que a empresa contou com o suporte da fábrica da Case, bem como a criatividade de sua equipe própria, que também responde pela assistência técnica e manutenção aos equipamentos da marca vendidos pela distribuidora.

Entre outras adaptações, a empresa conta atualmente com uma escavadeira hidráulica da Case de 20 toneladas (CX220B) operando no Pará com caçamba britadora Atlas Copco, modelo BC2250, em serviços de carregamento de clínquer. Dessa forma, o equipamento tritura o material pedregoso sobre a caçamba do caminhão, ao mesmo tempo em que ele é carregado. O mesmo modelo de escavadeira também opera no Ceará com uma versão dotada de braço longo – 12 metros – na escavação de rocha em serviço de desassoreamento.

Outro exemplo da criatividade dos técnicos da Fornecedora foi desenvolvimento de um implemento específico para a pá carregadeira 821E, para a movimentação de materiais de construção. O acessório permite que a máquina faça o carregamento e empilhamento de vergalhões, além de tracionar o carroção de 50 toneladas carregado com vergalhões. Para esta máquina, a empresa desenvolveu um sistema de engate rápido específico para possibilitar a troca dos implementos.

“Fomos os primeiros na região a equipar as escavadeiras com rompedores hidráulicos, eletroímãs, garras sucateiras e esse comprometimento em adaptar as máquinas de acordo com a necessidade da operação contribuiu para que o negócio de rental prosperasse”, afirma Ribeiro. No ano passado, as operações de locação registraram um crescimento de 17% no faturamento do grupo, em comparação com o resultado obtido em 2015.

Esta operação conta com mais de 150 máquinas Case, entre escavadeiras hidráulicas, pás carregadeiras, motoniveladoras, retroescavadeiras, tratores de esteiras e minicarregadeiras. Os contratos de locação atendem basicamente as grandes obras de infraestrutura, como a transposição do rio São Francisco, ou operações em grandes empresas da região, principalmente dos setores de energia, siderurgia, cimenteiras, mineração e serviços portuários.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *