Eletrobrás adota smart grid em seis estados

Da Redação 05.05.2015 –

Amazonas, Alagoas, Acre, Piauí, Rondônia e Roraima vão utilizar tecnologia da Cisco para tornar o monitoramento de energia mais eficiente.

smart grid (640x360)Atualmente, as perdas no sistema de distribuição e monitoramento de energia são de 22%, em média, na região Norte e de 10% no Nordeste, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). É justamente para reduzir esse prejuízo que a Eletrobrás esta implantando tecnologias de redes inteligentes (Smart Grid) em seis estados nos quais é distribuidora oficial do serviço.

A estatal vai usar os medidores de energia da Cisco para monitorar e controlar a distribuição de energia, através do projeto Energia+, que contempla investimentos de R$ 1,2 bilhão e será financiado pelo Banco Mundial, prometendo mais eficiência operacional e redução de perdas, segundo Paulo Lucena, representante da Eletrobrás.

Os medidores utilizam a arquitetura Cisco FAN (Field Area Network) que funciona com uma Infraestrutura de Medição Avançada (AMI, da sigla em inglês) baseada no padrão IPv6, permitindo a automação da distribuição de energia, o gerenciamento das equipes de campo e a integração com sistemas legados. Por ser uma plataforma aberta, a arquitetura Cisco FAN possibilita o desenvolvimento de novas aplicações e serviços no futuro.
Os dados serão transmitidos em tempo real para a central de inteligência, localizada em Brasília (DF), que vai poder corrigir as falhas na distribuição com mais agilidade. O consumidor, por sua vez, terá condições de acompanhar e controlar o seu consumo. As redes smart grid permitirão ainda que empresas possam vender sua cota de energia excedente, fazer ofertas pré-pagas e tarifação dinâmica.

Atualmente, o projeto está em fase de mobilização. A implementação total está prevista para ser finalizada em 2017 e será realizada pelo consórcio formado pela Siemens, Itron, Telefônica e Telemont, parceiras da Cisco para fornecer smart grid nas cidades atendidas pelas Empresas de Distribuição da Eletrobrás.

About the Author

Deixe uma resposta

*

Este post foi visto 1167 vez(es).