Energia eólica tem crescimento recorde nas Américas

Redação – 16.03.2021 –

De acordo a GWEC Market Intelligence, foram instalados quase 22 GW de energia eólica nas américas em 2020. O volume é 62% superior ao do ano anterior e o Brasil lidera os investimentos na América Latina. Os Estados Unidos, contudo, continua sendo o grande impulsionador da tecnologia no continente, com instalação de quase 17 GW de nova capacidade no ano passado.

O Brasil adicionou 2,3 GW de nova capacidade eólica em 2020 e a Argentina aparece com destaque na região ao instalar o recorde de 1 GW. Com retração nos investimentos em energia eólica, o México foge da curva ao diminuir as instalações em 55%. O GWEC atribui isso aos desafios políticos que o setor de energia vive no país da América Central.

“A América Latina foi uma das regiões mais atingidas pela crise econômica da Covid-19 e o fato de ter sido um ano recorde para a energia eólica apesar desses impactos é um verdadeiro testemunho da resiliência dessa indústria e de seu papel de liderança na recuperação verde”, diz Ramón Fiestas, líder da força-tarefa do GWEC na América Latina.

Atualmente, a capacidade total de energia eólica na América do Norte e América Latina é de 136 GW e 34 GW, respectivamente. “A comercialização de energia eólica na América Latina cresceu dezesseis vezes durante a última década e é a fonte de energia que mais aumenta na região”, diz Fiestas. Para ele, o desafio agora é manter esse ritmo de crescimento estável para garantir a descarbonização do sistema elétrico e dar mais segurança energética aos países.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *