Equador recebe aporte do BID para infraestrutura compartilhada de telecomunicações

Nelson Valêncio – 22.09.2020 –  

Foco do investimento são torres da Phoenix Tower International (PTI)

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) acaba de aplicar R$ 80 milhões na operação da PTI no Equador, de olho numa tendência clara do mercado de telecomunicações: o compartilhamento de infraestrutura física. A norte-americana Phoenix Tower International atua no vizinho latino-americano e tem – no mundo – cerca de 9 mil torres, além de 986 km de fibra óptica e outras 80 mil infraestruturas para telefonia sem fio, incluindo a região, Estados Unidos e Europa. Por trás da PTI estão fundos gerenciados pelas gigantes Blackstone e John Hancock.

O aporte recente no Equador tem a meta de “impulsionar a PTI como provedor independente de infraestrutura e promover o desenvolvimento mais eficiente do setor no país”, segundo o comunicado oficial do BID. Segundo a instituição, a transação permitiria a consolidação de um modelo de negócio baseado no uso compartilhado das torres de telecomunicações.

A ação também reforça a importância da chamada infraestrutura digital e permitirá que o Equador aumente sua cobertura e capacidade de banda móvel a diferentes operadoras que atuam no país. O aumento de tráfego, aliás, é um dos impulsionadores do projeto. A ideia é também permitir que as operadoras se concentrem em seus negócios principais, deixando a operação de infraestrutura para empresas focadas no ramo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *