Fabricante de pás eólicas lucra R$ 113 milhões e investe em expansão de plantas no Brasil

Redação – 11.02.2021

Aeris Energy aplicou R$ 300 milhões em investimentos no ano passado, incluindo aquisição de fábrica em Pecém

A fabricante de pás eólicas fechou o ano passado com um lucro de R$ 113 milhões, o que representa um crescimento de 28% em relação a 2019. Já em receita líquida, ela encerrou 2020 em R$ 2,2 bilhões. O EBITDA, por sua vez, aumentou em mais de 45% na comparação anual, atingindo R$ 243 milhões em 2020, com margem EBITDA de 11%.

Os investimentos somaram cerca de R$ 300 milhões no ano passado. Este montante foi destinado à expansão da produção, incluindo a aquisição da Planta Pecém II, que já opera a plena capacidade, e para preparar a companhia para atender aos volumes de pedidos já contratados para 2021 e 2022. Em 2020, o retorno sobre o capital investido (ROIC, na sigla em inglês) foi mantido acima de 20%. Já a alavancagem líquida caiu para 1,8x ao final de dezembro do ano passado.

Do ponto de vista operacional, em 2020, a Aeris Energy produziu pás suficientes para equipar aerogeradores que totalizam 3,5 GW de potência, dos quais 2 GW foram e ainda serão destinados a parques eólicos instalados no Brasil, o que reforça o forte crescimento da companhia no ano passado.

“Foi um ano desafiador em razão da pandemia de Covid-19, mas conseguimos encontrar boas oportunidades para a Aeris. E seguimos muito entusiasmados com toda a perspectiva favorável para o setor de energias renováveis, em especial, a energia eólica, segmento em que estamos inseridos”, destaca Alexandre Negrão, CEO da Aeris Energy.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *