Frete rodoviário tem demanda 25% maior no agronegócio em junho, segundo empresa

Redação – 27.07.2020 –

Segundo um levantamento da Repom, empresa da área de gestão e pagamento para a área de transporte rodoviário, o agronegócio brasileiro teve crescimento de 25% no número de fretes realizados em junho deste ano. A comparação é com o mesmo mês do ano passado. O estudo é realizado mensalmente e desenvolve um índice de fretes e pedágios, focando nos dados do frete rodoviário e nas passagens pelas praças de pedágio das principais rodovias do país.

No acumulado dos primeiros seis meses de 2020, segmento apresentou uma alta de 11% em relação ao mesmo período do ano passado. “O agronegócio brasileiro tem se posicionado como uma grande potência e isso também é percebido por meio dos dados de frete obtidos pelo IFPR. Os números não causam tanto impacto, quando comparados à pré-pandemia, uma vez que esse também era um período de entressafra. Portanto, naturalmente, os fretes já aconteciam em menor quantidade, mas o que vimos em maio, e agora confirmamos em junho, é que o setor continua em plena atividade”, diz Thomas Gautier, head de mercado rodoviário da Edenred Brasil (grupo ao qual a Repom pertence).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *