Governo reforça abastecimento de água em Goiás e DF

Da Redação – 25.05.2017 –

Com a retomada das obras do Sistema Produtor Corumbá, paralisadas há oito meses, as concessionárias de Goiás e DF reforçam o abastecimento de água na região.

Uma iniciativa conjunta dos governos de Goiás e do Distrito Federal, por meio de suas companhias de saneamento, respectivamente a Saneago e a Caesb, marca a retomada da obra de implantação do Sistema Produtor Corumbá, projetado para abastecer uma população de cerca de 1,3 milhão de pessoas nas duas unidades da Federação. Iniciado em 2009, com um custo estimado em 540 milhões de reais, o projeto foi paralisado em setembro de 2016 com 65% das obras executadas.

Para sua conclusão, programada para o fim de 2018, a empresa de água e esgoto goiana investirá 150 milhões de reais. A companhia de saneamento do Distrito Federal, por outro lado, financiará outros 265,4 milhões de reais com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). As duas estatais integram o Consórcio Corumbá, sendo que a Saneago é responsável pela captação de água no reservatório Corumbá IV, a construção de uma estação de bombeamento em Luziânia (GO) e a implantação de 12,7 quilômetros adutora.

Essas obras foram contratadas junto ao consórcio composto pelas construtoras EMSA e CCB. Já a Caesb responde pela construção da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Valparaíso (GO) e de outros 15,3 quilômetros de adutora. Quando o Sistema Produtor Corumbá entrar em operação, a capacidade de abastecimento do Distrito Federal será ampliada em 70%, já que ele irá beneficiar os municípios de Gama, Santa Maria e Recanto das Emas. No lado goiano, ele atenderá as populações de Valparaíso, Luziânia e Cidade Ocidental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *