Hoje é dia dos motoristas. E eles estão gordos

Da Redação – 25.07.2017 –

Pesquisa de concessionárias do Grupo CCR aponta que 80% dos caminhoneiros avaliados estão acima do peso padrão

O Dia do Motorista – comemorado hoje – é de comemoração, em função da importância dos caminhoneiros para o transporte de carga no Brasil, mas também de alerta. Uma pesquisa realizada entre janeiro e junho desse ano pelo Grupo CCR aponta que praticamente 8 em cada dez desses profissionais está acima do peso (o percentual exato é 79%, mas a ameaça em si despreza o 1% da aproximação estatística). O assunto, como se vê, é sério.

O levantamento envolveu a avaliação de quase 4 mil caminhoneiros nas unidades do Sistema Anhanguera-Bandeirantes e Castello-Raposo e faz parte do Programa Estrada para a Saúde realizado pelas concessionárias do grupo. Os números indicam que dos 4.063 motoristas avaliados, 3.209 estavam acima do peso pelas regras da Organização Mundial de Saúde (OMS).

“O objetivo do Programa Estrada para a Saúde é levar um pouco mais de saúde e qualidade de vida aos caminhoneiros” esclarece a gestora do Instituto CCR, Marina Mattaraia. “Diversas ações especiais acontecerão simultaneamente em diferentes rodovias do Grupo CCR, oferecendo, além de teste de saúde gratuitos e palestras sobre a segurança nas estradas, outras atividades para facilitar ainda mais o dia a dia desse motorista”, destaca Marina.

Durante os atendimentos ao longo do ano, os profissionais do Estrada para a Saúde orientam pessoalmente cada caminhoneiro sobre a diferença de dos grupos alimentares e a importância de manter uma alimentação balanceada. Eles também oferecem dicas práticas sobre opções saudáveis que o motorista possa seguir mesmo quando estiver em viagem.

A Organização Mundial de Saúde aponta a obesidade como um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. A projeção é que, em 2025, cerca de 2,3 bilhões de adultos estejam com sobrepeso; e mais de 700 milhões, obesos. O número de crianças com sobrepeso e obesidade no mundo poderia chegar a 75 milhões, caso nada seja feito.

No Brasil, a obesidade vem crescendo cada vez mais. Segundo a ABESO – Associação Brasileira de para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica, levantamentos apontam que mais de 50% da população está acima do peso, ou seja, na faixa de sobrepeso e obesidade. Entre crianças, estaria em torno de 15%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *