Indústria brasileira ainda engatinha na adoção de internet das coisas

Diferente do que ocorre na Europa e nos Estados Unidos, indústria nacional ainda está na fase entendimento do conceito.

A indústria brasileira ainda desconhece as aplicações e os benefícios do conceito de internet das coisas. Segundo João Ricardo Barusso Lafraia, presidente do Conselho de Deliberativo da Associação Brasileira de Manutenção e Gestão de Ativos (Abraman), o tema já é realidade nos Estados Unidos e na Europa, mas “o Brasil ainda precisa investir muito para acompanhar esta tendência internacional”.

Lafraia comentou o tema nesta terça-feira, 04, quando foi questionado por Marcos Leitão, gerente de consultoria da Accenture.

Segundo o líder profissional, o Brasil precisa acelerar o passo rumo à IoT porque já há fabricantes trocando a venda de equipamentos por carcaças gerenciadas remotamente por software. “A inteligência do equipamento está no software, o que facilita a atualização e a manutenção remota”, salientou, dizendo que o desafio e importar esta realidade para o mercado brasileiro, de forma que “país não passe ao largo da inovação internacional”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *