Indústria de implementos cresce 30% no bimestre, mas teme aumento do aço

Redação – 08.03.2021 –

O setor de implementos rodoviários confirma fase de crescimento com aumento de quase 30% nos emplacamentos de produtos nos dois primeiros meses de 2021. Em janeiro e fevereiro deste ano, o volume foi de 22.358, contra 17.219 registardos no mesmo período de 2020.

“O mercado está respondendo bem após quatro anos de crise e entendemos que este ano temos tudo para termos a retomada consistente no crescimento dos negócios”, diz Norberto Fabris, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir). Segundo ele, um revés temido é o aumento do preço do aço, sinalizado pelo setor siderúrgico. “Todo o movimento positivo nos negócios do setor sofrerá interrupção se o valor do aço for reajustado. O aço teve aumento superior a 80% em 2020 e a maior parte desse custo não foi repassado ao cliente final”, completa.

Para Fabris, o reajuste pode ser catastrófico, já que o aço é insumo fundamental à indústria de implementos rodoviários, chegando a representar até 80% da matéria prima de produção. “A Anfir entende que é inoportuno o reajuste porque a economia do País foi abalada seriamente em 2020 por conta da pandemia. Assim não temos como repassar esse custo aos clientes e um eventual aumento seria absorvido pelos fabricantes, prejudicando diretamente a sua saúde financeira”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *