Inovações devem suportar demanda de infraestrutura de telecom

Redação – 17.03.2020 –

Novidades estão sendo apresentadas em evento virtual entre hoje e amanhã

A pandemia de coronavírus impediu a realização de eventos internacionais sobre telecomunicações, mas não impede a troca de ideias virtuais. Entre hoje e amanhã (18/3), a americana Commescope, por exemplo, traz as novidades em infraestrutura de rede que devem suportar o crescimento da demanda para transmissão de dados. Entre as apostas da companhia estão os avanços no design de antenas, interfaces RAN abertas e gerenciamento de IoT.

“Vemos 2020 como um ano de decisões críticas para as operadoras sem fio, uma vez que elas implantam, densificam e energizam a rede em uma variedade de faixas de frequência, enquanto trabalham para desenvolver padrões e tecnologia”, afirma Morgan Kurk, diretor de tecnologia CommScope. Segundo ele, a CommScope conta com recursos e talentos adicionais, vindos com a aquisição da ARRIS e da Ruckus, em 2019. Isso ajudaria a empresa a oferecer mais tecnologia para a demanda das operadoras.

As novas soluções do portfólio 5G da CommScope incluem novas antenas de largura estreita e zero foootprint para resolver o problema de restrições de zoneamento e espaço limitado, além de tempo e complexidade de instalação. Outro desenvolvimento é a conexão da antena simplificada com o novo M-LOC cluster connector, que lida com o aumento de portas, eliminando o cruzamento de fios e a complexidade da instalação. Já o PowerShift, que atende às necessidades de energia que as operadoras exigem, à medida que adicionam mais unidades de rádio remotas (mais poderosas) em uma única unidade de rack, é outra fronteira.

Na avaliação da fabricante, os novos padrões, produtos e soluções fornecerão às operadoras a oportunidade de expandir seu portfólio de ofertas, incluindo serviços gerenciados para clientes comerciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *