Liebherr testa em campo a primeira perfuratriz elétrica a bateria do mundo

Redação – 20.11.2019 –

Equipamento pesado pode operar em até dez horas sem recarga, que dura sete horas.

A perfuratriz LB 16 Unplugged, fabricada pela alemã Liebherr, é mais uma prova de que as energias renováveis vieram pra ficar também entre os pesos pesados e não se limita aos veículos leves. O equipamento seria o primeiro do gênero movido à bateria, que dura em média dez horas, e que demanda sete horas para ser recarregada. A perfuratriz tem um peso operacional de 55 toneladas a pode perfurar em até 34,5 metros, com um diâmetro máximo de furo de 1.500 mm. A máquina, apresentada na Bauma desse ano, agora está em teste de campo. Elétrica, tem o apelido de desplugada porque não tem cabos para a sua energização.

De acordo com o site Equipment World, a perfuratriz está em teste na obra de construção de uma ponte na Áustria, país que sedia a planta de onde sairão outras LB 16 para atendimento do mercado global. A autonomia da bateria – 10 horas – atenderia cerca de 80% das situações reais em campo, segundo a Liebherr. Parece pouco, mas ela equivale a sete baterias de carros elétricos da Tesla. O potencial é necessário, pois estamos falando de um equipamento usado em obras de perfuração profunda.

Além da emissão zero de gases poluentes, a LB 16 também tem baixo ruído e é ainda a menor perfuratriz da companhia alemã, o que significa que a tecnologia poderá ser adotada em máquinas de maior porte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *