Ligue Telecom vai construir 1,4 mil km de rede óptica no Paraná

Redação – 07.02.2020 –

A operadora Ligue prevê investir R$ 80 milhões em redes ópticas nos próximos 20 anos e parte desse montante, cerca de R$ 2 milhões, já estão em aplicação para a construção de anel óptico de 1,4 mil km entre as cidades de Maringá, Jandia do Sul, Mandaguari e Arapontas, todas no Paraná.

Para as próximas duas décadas, a Ligue projeta disponibilizar 80 mil portas, o que elevará a capacidade de atendimento da empresa para 145 mil assinantes. A meta da empresa a médio prazo é mais agressiva: o objetivo é atender 500 mil assinantes de FTTH até 2022 nos estados do Paraná e Mato Grosso do Sul. A operadora quer ofertar banda larga a velocidades constantes 25 a 500 mega.

A rede será implantada pela DPR e pela Nokia. “A escolha de parceiros estratégicos é muito importante, pois quando se trata da construção de redes ópticas estamos falando de um investimento de 20 a 30 anos. A qualidade dos materiais fornecidos tanto pela DPR quanto pela Nokia nos dá a tranquilidade necessária para seguirmos crescendo, sabendo que toda a nossa estrutura está apoiada em materiais de extrema qualidade”, diz Gabriel Sartor, chairman da Ligue.

O projeto de expansão de rede da Ligue leva em conta a construção de rotas alternativas, que garantem a disponibilidade dos serviços de TV, internet e telefone mesmo em casos de eventos naturais que causam rompimentos de fibra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *