Limpeza a seco em tubulações industriais promete reduzir consumo de água em até 50%

Da Redação – 30.11.2015 –

Foto de Divulgação Ultra Clean
Foto de Divulgação Ultra Clean

É o que promete a Ultra Clean Technologies por meio da sua tecnologia UC Systems. Segundo a empresa, as mangueiras e tubulações utilizadas para transportar produtos líquidos e semissólidos até o envase em grandes indústrias costumam ficar repletas de produtos acabados parados internamente ao final de cada ciclo produtivo. Essa limpeza, que tradicionalmente é feita com água e produtos químicos, eliminaria as chances de reaproveitamento dos materiais e ainda exigiriam o uso de grande quantidade de água. “Com a limpeza a seco, é possível ter a recuperação total dos produtos e ainda reduzir em até 50% o consumo de água, que só entrará na etapa final do processo, em quantidade bem menor”, informa a empresa.

Esse sistema de limpeza interna a seco é denominado pela fabricante como UC System e está patenteada nos Estados Unidos. No Brasil, a Ultra Clean representa a tecnologia e diz já ter o aplicado em mais de 250 indústrias, entre as quais estão a Johnson & Johnson, Provider, Arcor, Pepsico, Bayer, Basf e BRF.

Segundo a Ultra Clean, além da redução de consumo de água e do fim do desperdício de produtos acabados, a tecnologia oferece outros benefícios, como economia de tempo de setup (período para limpeza e ajustes entre a produção de um item para outro), redução do volume de líquidos liberados para o tratamento de efluentes e insalubridade zero para os operadores encarregados da limpeza das tubulações.

Nessa tecnologia, um lançador pneumático dispara em alta velocidade projéteis de espuma de poliuretano dentro dos tubos ou mangueiras. A pressão exercida pelo projétil – mesmo em curvas, cotovelos e juntas em T ou Y – extrai os resíduos de produtos.

A Ultra Clean conta que um dos seus clientes na área de perfumes economiza R$ 1,4 milhão por ano com a recuperação de produtos (571 litros por dia de perfumes que antes eram perdidos). Como a limpeza a seco é feita em segundos, o tempo de setup nesta fábrica caiu pela metade, gerando uma redução de custos de outros R$ 39 mil ao ano (4.752 horas/ano para 2.376 horas).

Outro case, agora na área farmacêutica, estaria com volume menor de produção e alcançando economia de R$ 70 mil ao ano com o fim do desperdício de cremes faciais parados nas mangueiras. Já o tempo de setup teria sido reduzido em dois terços, gerando economia anual de R$ 30 mil. O consumo de água nesse caso, teria caído 50% “Para comprovar a redução de custos e o aumento da produtividade propiciados por nossa tecnologia, elaboramos um relatório de benefícios completo e customizado”, diz Osíris Rocha, diretor executivo da Ultra Clean Brasil. “Nesse relatório são calculados os ganhos a serem alcançados por ano, incluindo economia de água, fim do desperdício de produtos acabados nas tubulações, redução do tempo de setup para a limpeza do sistema, entre outras variáveis”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *