Mercado de provedores regionais em Pernambuco pode crescer quase 30% em 2017

Da redação – 18.07.2016 – 

Avaliação é da fabricante Cianet, que passa a atuar em Recife e foca no mercado de pequenas e médias ISPs no estado nordestino.

O segmento de provedores regionais, também conhecidos como internet service providers (ISPs), está tão aquecido que a distância geográfica não é barreira para novas oportunidades. É o caso da catarinense Cianet, focada no desenvolvimento de produtos para operadoras de telecomunicações e de TV por assinatura. A empresa mira em Pernambuco e aposta que os provedores regionais de médio e pequeno porte têm potencial para crescer 28% em 2017.

A avaliação da Cianet tem como base os dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), os quais indicam que Pernambuco teria cerca de 100 mil acessos prestados somente pelos provedores regionais. A maior parte desse tráfego seria realizado por rádio de alta capacidade, mais instável e susceptível a interrupções do que as redes de fibra óptica. A média de participação de ISPs no atendimento de usuários em Pernambuco, 11%, está acima da nacional, que é 9%.

Os provedores regionais do estado também entregariam velocidades maiores do que as oferecidas à maior parte da população brasileira: segundo a Cianet, enquanto em outros estados muitos clientes ficam na faixa de “até 2MB”, os pernambucanos vivenciariam um cenário com acessos “até 12MB”. Bingo, explicada a migração da empresa catarinense.

Sílvia, da Cianet: Pernambuco tem 70 mil provedores ativos e mercado cresce 28% em 2017.
Sílvia, da Cianet: Pernambuco tem 70 provedores ativos e mercado cresce 28% em 2017, segundo Anatel.

De olho no segmento, a fabricante sulista organiza um evento entre terça e quinta dessa semana, incluindo treinamentos técnicos e palestras com especialistas do segmento. Uma das atrações do evento é o Prato de Ideias, almoço com a participação de especialistas. Nesta edição, o Gerente de Produtos, Pesquisa e Desenvolvimento da Cianet, engenheiro Luiz Pedrini, vai conduzir uma mesa redonda sobre as tendências tecnológicas em FTTx.

“A expansão da banda larga no país segue com a participação relevante dos pequenos e médios provedores, responsáveis por levar o acesso à internet a locais geralmente distantes dos grandes centros”, argumenta Silvia Folster, presidente da Cianet. De acordo com ela,  Pernambuco tem atualmente cerca de 70 provedores ativos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *