Mercado livre de energia pode ajudar indústria a reduzir contas em até 46%

Da Redação – 19.02.2016 –

Abraceel defende a portabilidade da conta de luz para todo o setor industrial brasileiro junto à CNI e FIESP.

O presidente da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), Reginaldo Medeiros, se reuniu ontem com membros da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIES) e da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O objetivo do encontro foi discutir os últimos detalhes da proposta de acesso imediato de 300 mil indústrias ao mercado livre de energia.

Segundo a Abraceel, o pedido se baseia nas condições de preços favoráveis no mercado livre para os próximos quatro anos, em função da sobra energética existente no sistema. Um estudo realizado pela entidade aponta que a possibilidade de negociação direta por parte das indústrias permitiria uma redução de até 46% na conta de luz. Atualmente, apenas 11 mil das mais de 300 mil indústrias brasileiras estão habilitadas a entrar no Ambiente de Comercialização Livre (ACL).

O Mercado Livre de Energia surgiu no Brasil há 20 anos e tem como objetivo estimular a livre concorrência, reduzindo os custos com energia elétrica. A Abraceel aponta que, desde a sua criação, a prática já ajudou a indústria a poupar R$ 28 bilhões no custo com eletricidade, aumentando assim a competividade da produção local.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *