Nordeste ganha linha de crédito para minigeração de energia renovável

Da Redação – 25.07.2016 –

O Banco do Nordeste lançou uma linha de financiamento destinada à micro e minigeração distribuída de energia elétrica renovável. O FNE Sol – como é chamado o programa – utiliza recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste e tem prazo de pagamento de até 12 anos, com até um ano de carência. O investimento pode ser financiado em até 100% e há bônus de adimplência de 15%.

O crédito é destinado a empresas de todos os portes e setores, produtores e empresas rurais, cooperativas e associações. “O cliente é beneficiado tanto por consumir energia renovável e limpa, quanto por ter economia financeira. Inicialmente, o custo é neutro. O financiamento é compensado pela redução do consumo, pois as parcelas do financiamento são calculadas tomando como parâmetro o valor economizado na conta de energia. Depois, tem-se a diminuição significativa dessa despesa”, diz João Robério Pereira de Messias, superintendente estadual do Banco do Nordeste.

Segundo ele, podem ser financiados sistemas completos envolvendo geradores de energia, inversores, materiais auxiliares e instalação.

A microgeração distribuída de energia elétrica compreende as centrais geradoras que utilizem cogeração qualificada ou fontes renováveis (hidráulica, solar, eólica, biomassa etc.). Elas devem ser conectadas a rede de distribuição por meio de instalações de unidades consumidoras e cuja potência instalada seja menor ou igual a 75 kW.

Já a minigeração distribuída engloba os mesmos tipos de centrais geradoras com potência instalada superior a 75 kW e menor ou igual a 5 MW (com exceção da fonte hidráulica, cuja potência deve ser menor ou igual a 3 MW).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *