Paraná: DER reconstrói aterro da PR-092 com uso de cestas do tipo gabião – InfraRoi

Paraná: DER reconstrói aterro da PR-092 com uso de cestas do tipo gabião

Da Seinfra/PR – 01.06.2016 –

Giro de Obras: técnica reaproveita parte do material que despencou do aterro e agiliza o processo de reconstrução na rodovia.

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) tem utilizado uma técnica diferente para a reconstrução do aterro na rodovia PR-092, em Wenceslau Braz, Campos Gerais. Para reerguer o aterro, que desmoronou com as fortes chuvas do início do ano, estão sendo feitas camadas da parede da encosta com cestas do tipo gabião, que são travadas na terra. A técnica agiliza o processo de reconstrução, além de reaproveitar parte do material despencado. As equipes trabalham no km 251, o que exige maior atenção por parte dos motoristas que trafegam no local. O muro de contenção para a recomposição do aterro e do asfalto está em construção do lado esquerdo da rodovia, sentido Ponta Grossa – Wenceslau Braz. “Estamos fazendo essa recomposição do aterro com muito cuidado para que o problema seja solucionado de forma definitiva”, afirmou o diretor-geral do DER, Nelson Leal Junior. A solução adotada vai aumentar a plataforma do aterro em mais 15 metros do lado esquerdo da estrada. Isso permitirá que a rodovia possa ser duplicada no futuro. Drenagem O DER também deu inicio às obras de contenção e drenagem das águas pluviais dos bairros do lado direito da rodovia, sentindo Ponta Grossa – Wenceslau Braz. Neste ponto será feito um muro de gabião de formato parabólico para conter a erosão ao lado da estrada. Além disso, as equipes trabalham na construção de um bueiro com escada dissipadora de energia. A drenagem envolverá um bueiro duplo tubular de concreto, com 1,20 metro de diâmetro e 100 metros de extensão, que ficará perpendicular à rodovia. A previsão é que a obra seja concluída no segundo semestre. Depois que todo o aterro estiver recomposto será feito novamente o pavimento, que terá o mesmo traçado original. Desde o dia 19 de fevereiro, o tráfego no km 251 é feito por um desvio ao lado da estrada, feito pelo DER.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraná: DER reconstrói aterro da PR-092 com uso de cestas do tipo gabião

Da Seinfra/PR – 01.06.2016 –

Giro de Obras: técnica reaproveita parte do material que despencou do aterro e agiliza o processo de reconstrução na rodovia.

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) tem utilizado uma técnica diferente para a reconstrução do aterro na rodovia PR-092, em Wenceslau Braz, Campos Gerais. Para reerguer o aterro, que desmoronou com as fortes chuvas do início do ano, estão sendo feitas camadas da parede da encosta com cestas do tipo gabião, que são travadas na terra. A técnica agiliza o processo de reconstrução, além de reaproveitar parte do material despencado.

As equipes trabalham no km 251, o que exige maior atenção por parte dos motoristas que trafegam no local. O muro de contenção para a recomposição do aterro e do asfalto está em construção do lado esquerdo da rodovia, sentido Ponta Grossa – Wenceslau Braz.

“Estamos fazendo essa recomposição do aterro com muito cuidado para que o problema seja solucionado de forma definitiva”, afirmou o diretor-geral do DER, Nelson Leal Junior. A solução adotada vai aumentar a plataforma do aterro em mais 15 metros do lado esquerdo da estrada. Isso permitirá que a rodovia possa ser duplicada no futuro.

Drenagem

O DER também deu inicio às obras de contenção e drenagem das águas pluviais dos bairros do lado direito da rodovia, sentindo Ponta Grossa – Wenceslau Braz. Neste ponto será feito um muro de gabião de formato parabólico para conter a erosão ao lado da estrada. Além disso, as equipes trabalham na construção de um bueiro com escada dissipadora de energia.

A drenagem envolverá um bueiro duplo tubular de concreto, com 1,20 metro de diâmetro e 100 metros de extensão, que ficará perpendicular à rodovia. A previsão é que a obra seja concluída no segundo semestre. Depois que todo o aterro estiver recomposto será feito novamente o pavimento, que terá o mesmo traçado original.

Desde o dia 19 de fevereiro, o tráfego no km 251 é feito por um desvio ao lado da estrada, feito pelo DER.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *