Pesquisadores da USP desenvolvem nova técnica que facilita escoamento de óleo e gás no pré-sal

Redação – 12.05.2021 –

Petrobras é a financiadora do projeto que usa conhecimento de mecânica de fluidos e inteligência artificial

O escoamento de óleo e gás do pré-sal poderá ser otimizado com uma nova metodologia desenvolvida por pesquisadores da USP, mais especificamente da Escola de Engenharia de São Carlos, no interior de São Paulo. A nova técnica combina mecânica de fluídos e inteligência artificial e permite a gestão mais eficaz do transporte por dutos chamados risers, os quais podem atingir até 7 mil metros de extensão, dos poços profundos até as plataformas marítimas. Hoje já existe um sistema de monitoramento do fluxo, com uso de sensores e sistemas computacionais, mas a nova técnica pode aprimorar o processo.

Pré-sal se mantém como maior produtor de petróleo e gás em junho

A pesquisa da USP é financiada pela Petrobras e foi detalhadamente descrita na edição de maio da revista Fapesp, da fundação paulista de apoio à pesquisa científica. Entre as inovações da técnica recém anunciada está o uso de inteligência artificial, que usa dados coletados em campo e os combina com previsões de modelos físicos baseados nas leis da mecânica de fluidos.

De acordo com Oscar Maurício Hernandez Rodriguez, do Departamento de Engenharia Mecânica (DEM) da Eesc-USP e coordenador da pesquisa, as “soluções híbridas que unem mecânica de fluidos e aprendizado de máquina serão a tendência na indústria do petróleo nos próximos anos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *