Produtividade na construção é baixa no Brasil, aponta estudo

Da Redação – 20.01.2016 – 

O Sindicato da Construção de São Paulo (Sinduscon-SP) divulgou ontem um estudo realizado pela FGV com foco na produtividade na construção civil do Brasil e 17 outros países no período de 2003 a 2013. O balanço revela que a construção brasileira passa por dois pontos problemáticos: a produtividade desse setor mantém-se abaixo da média de produtividade de toda a economia do país e abaixo da média setorial internacional.

Comparando principalmente o número de horas trabalhadas versus o número de empregados da área, o estudo mostra que em 2003 a produtividade setorial no Brasil era 32,5% inferior à média da economia do país, diferença que se manteve quase que estagnada até 2013.

Nesse mesmo período, a produtividade chinesa cresceu 108,4%, enquanto no Brasil a elevação foi de 20,6%. Dessa forma, se a produtividade da construção da China continuar no mesmo ritmo dos últimos 10 anos, ou seja, crescendo à taxa anual de 7,62% e o Brasil crescer à taxa de 1,89%, em 2019 a produtividade chinesa já será maior que a brasileira, mesmo considerando a super-população que habita a China.

O estudo pode ser lido na íntegra através do link: estudo_sinduscon_produtividade

About the Author

Deixe uma resposta

*

Este post foi visto 789 vez(es).