Cabo reduz custo de transmissão de energia em até 30%

Da redação – 07.11.2016 –

Com nome comercial de P-Laser 600 kV, sistema seria o primeiro de corrente contínua em alta tensão (CCAT) ecologicamente correto e totalmente reciclável

O grupo italiano Prysmian acaba de lançar um novo sistema de cabos para aplicações de em tensões de 600 kV (corrente contínua), com uma pegada ambiental e que poderia reduzir em até 30% os custos de transmissão de MW transmitido. Os testes com o chamado P-Laser 600 kV já foram encerrados, atingindo 3,5 GW por bipolo. “Este marco de inovação molda o progresso de toda a indústria de cabos de CCAT”, afirmou Massimo Battaini, vice-presidente Sênior de Projetos de Energia do Grupo Prysmian.

De acordo com o fabricante europeu, o P-Laser utiliza um material termoplástico desenvolvido internamento – conhecido como HPTE (Elastômero Termoplástico de Alto Desempenho) – que permite uma produção de cabos mais eficiente com menor impacto ambiental do que o XLPE tradicional, onde a fabricação é realizada em um processo contínuo e único.

Novo cabo é destinado às redes de alta tensão em corrente contínua
Novo cabo é destinado às redes de alta tensão em corrente contínua

Um dos destaques do sistema é nova tecnologia de isolamento: em comparação com XLPE, o P-Laser não requer uma reação química durante a fabricação para alcançar as propriedades de material necessárias para a integridade elétrica a longo prazo dos sistemas de isolamento de CCAT. Com isso, os tempos de produção são mais curtos, com redução de consumo de energia e das emissões de gases de efeito estufa. A nova tecnologia também seria compatível com  o legado de cabos e acessórios tradicionais de XLPE.

Em maio último, a Prysmian destacou a aplicação do P-Laser em sistemas submarinos e subterrâneos de CCAT e já seria a terceira tecnologia de isolamento disponibilizada pela Prysmian para UHVDC (corrente contínua em ultra-alta tensão) em menos de um ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *