Pulverização pode danificar componentes da suspensão de veículos

Redação – 27.05.2019 –

De acordo com a Nakata, fabricante de componentes para veículos leves e pesados, a pulverização com produtos derivados do petróleo pode danificar componentes de borracha, como buchas e batentes, das suspensões de veículos. A prática de borrifar óleo diesel, por exemplo, é comum após a lavagem de automóveis e caminhões.

“Há muitas partes do veículo que merecem atenção durante a lavagem, já que produtos derivados de petróleo podem acabar danificando algumas peças, como as borrachas do sistema de suspensão”, confirma Eduardo Guimarães, técnico da Nakata.

Ele explica que o conjunto de suspensão é formado por amortecedores, molas, braços oscilante ou bandejas de suspensão, pivôs, coxins, bieletas, buchas, batentes e barra estabilizadora. Grande parte dessas peças são feitas de borracha para atenuar os efeitos das molas e proporcionar maior conforto aos ocupantes do veículo. “A pulverização de produtos derivados do petróleo, solventes químicos e óleo de mamona ressecam as peças de borracha, ocasionando, assim, rupturas e ruídos. Quando a coifa do pivô ou do terminal de direção rompe, ocorre desgaste do pino esférico por contaminação e o veículo pode perder a dirigibilidade”, explica o técnico. A recomendação é efetuar a lavagem só com água sob pressão para não comprometer os componentes da suspensão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *