Raízen escoa biodiesel de Mato Grosso para Paulínia via ferrovia

Da Redação 26.06.2015 –

Cerca de 50 milhões de litros do produto serão transferidos das rodovias para a ferrovia anualmente.

trem4A Raízen passou a transportar biodiesel de Rondonópolis (MT) para Paulínia (SP) por ferrovias. A primeira operação com o novo modelo aconteceu no dia 11 de junho e, a partir de agora, a empresa pode escoar biocombustível para o Sudeste ou fazer a logística reversa, levando derivados de petróleo para o Centro-Oeste.

O transporte via ferrovia vai proporcionar maior eficiência no transporte e ainda a redução de circulação de cerca de 50 caminhões. Segundo Luiz Renato Gobbo, diretor de operações da Raízen, a expectativa é que a operação fomente a competitividade dos produtores de biodiesel no Centro-Oeste e proporcione importante redução de custos na cadeia logística.

“Uma ferrovia próxima às regiões produtivas evita que as cargas sejam escoadas unicamente pelo modal rodoviário, que tem custos operacionais maiores”, diz o executivo. Para ele, a nova operação fortalece uma vantagem competitiva de Rondonópolis quanto à intermodalidade, algo possível devido à infraestrutura da Raízen e dos esforços envolvendo as iniciativas públicas e privadas.

Deixe uma resposta

*

Este post foi visto 1673 vez(es).