Reformas e pequenas obras surpreendem positivamente locação de equipamentos pequenos

Rodrigo Conceição Santos – 26.06.2020 –

Em janeiro, a Casa do Construtor planejava abrir 50 novas lojas e ter a maior ampliação já realizada pela rede em um ano. A franqueadora estava estimulada pelos bons números de 2019, quando fechou co portfólio de 280 lojas no país, sendo que 30 delas foram abertas durante o ano passado. Com a pandemia, a reação inicial foi de paralisia, com uma revisão drástica dos planos. Hoje, passados mais de 100 dias do início do isolamento social, os impactos revelados foram bem menores e a Casa do Construtor confirma que o setor de construção está reagindo bem ao cenário.

“Até junho, constatamos que 71% das nossas lojas cresceram ou caíram menos de 20%. Diante da pandemia, que provocou a falência de vários segmentos de franquias, consideramos que estamos com um bom resultado. E outra prova disso é que já estamos com 19 novas lojas em processo de abertura”, diz Expedito Arena, sócio fundador da empresa.

A Casa do Construtor loca equipamentos pequenos, que geralmente podem ser transportados por uma pick-up. Portanto, os clientes estão nas pequenas obras e reformas, onde Expedito avalia que os projetos continuam. Há, segundo ele, o cuidado para os próximos meses, nos quais a queda da renda das famílias pode prejudicar o andamento das obras de pequeno porte. “Mas, atualmente (junho) estamos com volume de negócios 3% inferior ao registrado no mês de janeiro. Isso, diante da complexidade do momento que vivemos, é muito bom”, diz ele, salientando que a franqueadora cresceu 56% em faturamento e número de lojas nos últimos três anos.

O empresário palestrou online durante o webnar Investimento no Mercado em Transformação, realizado ontem pela Sobratema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *