Romanelli inicia oferta de equipamentos da linha amarela

Rodrigo Conceição Santos – 30.09.2020 –

Empresa paranaense lança rolos compactadores e vibroacabadoras com tecnologia 100% nacional.

Após cinco anos de desenvolvimento na sua fábrica em Cambé (PR), a Romanelli anunciou ontem o lançamento da sua linha de rolos compactadores e vibroacabadoras. Os primeiros são o ingresso da companhia no mercado de equipamentos da linha amarela de construção e envolvem inicialmente modelos para compactação de asfalto. Para 2021, a empresa já adianta o lançamento de modelos maiores, incluindo rolos com kit pé de carneiro para compactação de solos.

Os rolos compactadores para asfalto, já em comercialização, envolvem equipamentos de 1,6 toneladas, 2 t e 4 t. Os menores, do tipo tandem, são dedicados a operações tapa-buraco, mas também atendem demandas de reperfilamento de vias. Eles têm vibração nos dois cilindros e contam com sistema hidrostático da Danfoss e motor eletrônico da Yanmar. Aliás, toda a série da linha amarela da Romanelli é equipada por componentes desses dois fornecedores.

Já os rolos de 4 toneladas estão disponíveis na versão tandem e combinado (cilindro e pneu maciço). Eles levam painel eletrônico de série, com controle de velocidade, vibração, e monitoramento do motor. “Os menores também contam com essa tecnologia”, pontua Ilson Romanelli, diretor da empresa.

“Tivemos o cuidado de lançar uma linha de rolos compactadores com tecnologia embarcada, cabine Rops/Fops de série e que atenda várias condições de trabalho”, reforça Ilson.

Com operações no Brasil e parte da América Latina, ele acredita que a linha de produtos da empresa, que vai desde espargidores de asfalto a usinas de microasfaltos e agora rolos e vibroacabadoras, é capaz de atender todo tipo de tratamento de superfície asfáltica.

Na parte de vibroacabadoras, trata-se na verdade de um único modelo, disponível em duas versões: uma somente com pneus e outra com pneus dianteiros e esteiras no eixo traseiro. Esse último, além de poder operar em terrenos mais acidentados, tem maior raio de giro, segundo a Romanelli.

Os equipamentos têm mesa de abertura de até 4,2 metros e contam com sistema de aquecimento na esteira de alimentação. A produção estimada é de 300 toneladas por hora, atendida por um motor da Yanmar de 82 hp. “As mesas vão de 2,4 a 4,2 metros, mas há a opção de seccionar o trabalho em apenas 50% da área. Ou seja, na menor configuração, é possível trabalhar com abertura de 1,2 metros”, explica Ilson.

O aquecimento da mesa pode ser a gás ou elétrico, opcionalmente, e tanto o modelo de pneus quanto o de esteiras vem com chaves auxiliares para o condutor auxiliar o operador em situações específicas de trabalho. “Essas máquinas contam com rosca sem fim nas mesas inteiriças, o que promove melhor distribuição e alívio de arraste, mantendo o autoaquecimento das esteiras de alimentação. Outra novidade é o empurrador com regulagem para adequar melhor o posicionamento do caminhão que faz o despejo de material na vibroacabadora”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *