Sobral modernizada centro histórico e implanta rede elétrica subterrânea

Redação – 29.06.2020 –

Infraestrutura de energia aérea no centro da cidade será totalmente substituída até o final do ano

O Centro Histórico de Sobral não terá mais redes de energia elétrica aparentes. A iniciativa envolve a Secretaria da Infraestrutura do estado, em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e com a concessionária Enel Distribuição Ceará. A meta é enterrar toda a rede até o final do ano, infraestrutura que passa a ser subterrânea. De acordo com a Secretaria, a nova rede possui inteligência integrada com novas tecnologias de automação. Com isso será possível melhorar o fornecimento de energia do local, aumentar a capacidade energética do município e garantir a segurança do fornecimento de energia da região.

A obra também faz parte do Projeto de Internalização das instalações elétricas, de telefonia e de comunicações do Centro Histórico de Sobral. Cerca de 50 profissionais estão envolvidos diretamente na execução da obra, contará com melhorias para evitar sobrecargas e oscilações de energia no município. Com um aumento de 50% da capacidade de carga, que passará de 1,2 MVA para 1,8 MVA, a obra pretende modernizar a região urbana do município, mantendo a arquitetura histórica. Ao todo, serão instalados cerca de 10 km de rede de média e baixa tensão, três centros de transformação com 630 KVA e 1 centro satélite. Atualmente, somente Jericoacoara possui essa tecnologia no Ceará.

“Esse projeto vem sendo desenvolvido no município com o objetivo de valorizar aquele trecho da cidade, que guarda um riquíssimo valor histórico e cultural para todos os cearenses. Já foi feita a instalação dos dutos para colocação dos cabos de telefonia e internet, e agora, em parceria com a Enel e a Prefeitura de Sobral, vamos partir para a parte elétrica”, explica o Secretário da Infraestrutura, Lucio Gomes.

De acordo com o responsável pelo projeto elétrico da Enel (Design and Permiting Network Development Ceará), Glauco Valério, o projeto servirá como modelo aos outros municípios do estado. “Sobral será referência para mostrar que grandes cidades passarão a ter logo logo uma rede moderna com inteligência integrada em sua operação. É o marco inicial para começarmos essa evolução”, revelou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *