Sotreq entrega frota de 63 equipamentos para a CSN

Da Redação – 23.09.2015 –

Entre os destaques estão caminhões fora de estrada com sistema anti-fadiga.

Caminhões fora-de-estrada 793F, da Caterpillar (foto: divulgação).
Caminhões fora-de-estrada 793F, da Caterpillar (foto: divulgação).

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) recebeu um pacote de 63 máquinas da Caterpillar, negociadas via a Sotreq, revendedor exclusivo da marca norte-americana. A frota será usada na mina Casa de Pedra, em Congonhas (MG), que faz extração e processamento de minério de ferro. De acordo com a Sotreq, a montagem e o treinamento serão comandados por uma equipe dedicada do distribuidor.

“A Sotreq comercializa, faz a montagem, comissiona e dá suporte aos equipamentos Cat. Esse conjunto de soluções continua sendo e sempre será um dos nossos maiores diferenciais, o que garante nossa liderança no mercado de mineração”, explica Marcelo Ribeiro, diretor de mineração da revendedora.

O conjunto de máquinas de grande porte cobre toda a cadeia produtiva da mineradora, incluindo transporte de carga e infraestrutura, além de equipamentos para perfuração. Entre os destaques da frota estão três escavadeiras hidráulicas de grande porte (Cat 6060) e dez perfuratrizes MD6290. Há ainda 29 caminhões fora-de-estrada Cat 793F, de 240 toneladas de carga.

Esses últimos são equipados com o Driver Safety System Seeing Machines (DSS), sistema de monitoramento de fadiga, que garante maior segurança nas operações. Dispositivo não invasivo e com ajuste automático, o DSS utiliza uma câmera focada no campo de visão do operador do utilitário. Com tecnologia infravermelha, funciona em qualquer situação, durante o dia ou à noite, para analisar os olhos e as expressões do rosto e alertar para sinais de cansaço.

“A CSN é o produtor de minério de ferro com o quarto menor custo de mercado e isso se deve ao trabalho e à dedicação com que temos atuado em conjunto com a Sotreq. Essa aquisição nos orgulha e mostra que estamos no caminho certo para ter mais competitividade e entregar resultado para a companhia e para o País”, afirma Daniel Santos, diretor da área mineral da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *