Startup brasileira aposta em IoT monitorar máquinas móveis em mineração e siderurgia

Redação – 07.12.2020 –

Empreendedores apostam no crescimento de 600% da iniciativa que envolve ainda geoprocessamento e telemetria

A Gaussfleet foca na automação de máquinas móveis em mineração e siderurgia como um mercado potencial de crescimento no Brasil. A startup estima um crescimento de 600% nos seus negócios nesse ano e, até o final de 2021, projeta um faturamento recorrente de R$ 3 milhões. Para o monitoramento citado acima, os empreendedores usam uma plataforma que adota geoprocessamento, telemetria avançada, algoritmos próprios e IoT para gestão de frota.

Segundo Vinicius Callegari, CCO e head de Desenvolvimento Comercial da GaussFleet, a empresa ampliou a capacidade de entrega da sua tecnologia e está desenvolvendo um sistema para auxiliar na integração de todo o processo operacional de logística interna, “com intuito de melhorar o gerenciamento e acompanhamento da medição de contratos de máquinas móveis”. Ele destaca que a startup desenvolveu uma ferramenta completa que automatiza de forma assertiva e personalizada a medição de contratos de prestação de serviços logísticos.

Recentemente, a GaussFleet trouxe do Vale do Sílico um consultor para contribuir com os planos de expansão, auxiliar a empresa a tornar-se referência no mercado brasileiro nos próximos três anos e internacionalizar os negócios, iniciando a expansão pela América Latina. A projeção da empresa é ter um faturamento de R$ 40 milhões em 2024.

Atualmente, a startup possui carteira de clientes composta pelas grandes indústrias como a Ternium e está com outras sete empresas em processo de negociação. Até o final do ano a expectativa é que outras duas siderúrgicas que estão entre as maiores das Américas passem a fazer parte do portfólio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *