Tráfego das rodovias da CCR volta a patamares pré-pandemia

Redação – 17.05.2021 –

Concessionária aponta crescimento de 1,7% na movimentação de veículos no primeiro trimestre em relação ao mesmo período de 2020

Para a CCR, os resultados do primeiro trimestre mostram que a recuperação de movimentação nas rodovias administradas pela companhia está se consolidando. Em comparação com o primeiro trimestre de 2020 – período no qual as restrições de circulação ainda tinham pouco impacto – o fluxo de veículos apresentou um crescimento de 1,7%.

Outra forma de avaliar o desempenho da empresa é o indicador Dívida Líquida/EBITDA ajustado (últimos 12 meses), que também melhorou e fechou o trimestre em 2,4x. O número representa uma queda em comparação à última divulgação de balanço financeiro (4T20), quando o múltiplo estava em 2,9 vezes a relação dívida líquida/EBITDA. A Dívida Líquida consolidada (IFRS) da holding atingiu R$ 13,6 bilhões em março de 2021.

Na avaliação da concessionária, a melhora do indicador mostra um que a CCR está com o balanço ainda mais forte e mais preparada para buscar novos ativos, como ocorrido recentemente nos leilões da 6ª Rodada de Concessões Aeroportuárias, com a conquista dos Blocos Sul e Central, e das linhas 8 e 9 da CPTM.

A divulgação de resultados da CCR no primeiro trimestre de 2021 também destaca que o período teve uma elevação da Receita Líquida em 44,1%, chegando aos R$ 3,4 bilhões. O principal motivo foi a resolução do acordo de reequilíbrio da ViaQuatro. Com isso, a divisão de Mobilidade do Grupo alcançou uma alta de 319,7% na receita bruta, resultando em R$ 1,4 bilhão.

O Grupo CCR realizou mais de R$ 320 milhões em investimentos no 1º trimestre de 2021, incluindo o ativo financeiro, sendo que a CCR ViaCosteira, CCR ViaSul e CCR RodoNorte atingiram os maiores valores. A CCR ViaCosteira fez desembolsos, principalmente, para os trabalhos iniciais da concessão, como a recuperação de pavimento e os trabalhos de recuperação das sinalizações, além da conservação geral.

Já a CCR ViaSul focou em recuperação de pavimento, finalização de obras, obras de interseção, passarelas, e melhorias previstas para o segundo ano da concessão. Os principais investimentos da CCR RodoNorte foram utilizados para duplicações em múltiplos trechos da BR-376, nas cidades de Apucarana e Ortigueira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *