Trator elétrico contrapõe falta de tecnologia nas lavouras

Da Redação – 15.09.2017 –

País que é o segundo maior produtor de trigo do mundo tem baixa eficiência produtiva e precisa importar o grão para abastecer o mercado interno. Lançamento de trator elétrico sinaliza intenção de reverter o cenário de baixo desenvolvimento tecnológico.

Trator Elétrico Escorts

O segundo maior produtor de trigo do mundo importa metade do trigo consumido pela sua população porque não consegue produzir qualitativamente. É terceiro mundo, baixo investimento tecnológico e milhares de pessoas vivendo em condição sub-humana. Sei que a retórica remete, mas desta vez não é o Brasil. É a Índia. O país, que em 2016 produziu o recorde de 96,6 milhões de toneladas de trigo (4,7% a mais que em 2015), deve ampliar ainda mais a produção nos próximos anos e sinaliza o movimento claro de que quer sair da dependência de importação. E um dos expoentes disso é o desenvolvimento tecnológico para lavouras, começando pelo primeiro trator elétrico desenvolvido nacionalmente.

Nesta semana chegou o anúncio de que a Escorts (um conglomerado de engenharia na Índia), lançou para o mercado doméstico e exportação o primeiro conceito de trator elétrico e hidrostático do país. A tecnologia pode equipar modelos de 22 a 90 hp, com motorização padrão Tier 4 de emissão de poluentes.

“A Escorts está numa jornada transformacional para desenvolvimento de produtos globais de qualidade, com especificações competitivas. Esta é uma prévia do desenvolvimento técnico e qualitativo que atende as demandas dos agricultores modernos de hoje em dia. Estamos espalhando nossas operações para alcançarmos países de todo o mundo e vamos desenvolver produtos de acordo com as exigências dos clientes e do mercado global”, diz Rajan Nanda, presidente da Escorts.

Para Nikhil Nanda, diretor-executivo da Escorts “é um orgulho lançar o conceito de trator elétrico, apresentando a melhor engenharia econômica da Índia para o mundo”. “Continuando com a nossa proposta transformativa de contribuir para as exigências mundiais por alimentos, vamos possibilitar a agricultores de todo o mundo produzirem mais, com soluções e produtos agrícolas mecanizados. A nova série de tratores lançada hoje vai criar uma nova experiência de usuário em agricultura de conforto e precisão, mundialmente”, conclui ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *