Uso de BIM pode reduzir até 20% de custos na construção, o dobro previsto pelo governo

Redação – 22.08.2019 –

Avaliação aponta tecnologia como recurso para minimizar erros e aumentar produtividade

O Building Information Modeling (BIM) pode levar a uma redução de até 20% nos custos da construção civil segundo avaliação da Kemp, empresa especializada em tecnologia da informação. A estimativa é mais otimista do que outras análises como a de um aumento de 10% na produtividade com o uso do BIM, apontada pelo Governo Federal  e com horizonte de tempo até 2028. Um dos motivos é a obrigatoriedade da tecnologia em projetos públicos a partir de 2021. Em termos de custos, as avaliações oficiais indicam uma queda de 10%, ou seja a metade da estimativa da Kemp.

Segundo a companhia, cada alteração feita em uma obra em razão de alguma falha ou problema de compatibilização custa em torno de R$ 3 mil. “No varejo, você multiplica a quantidade de itens que você tem que corrigir na obra versus a quantidade de obras que você executa. Então, um cliente que abre 100 ou 200 lojas, se tiver 10 itens de R$ 3 mil para corrigir em cada obra, vira um valor astronômico. Às vezes, com o dinheiro de 10 obras, você faz 12 ou 13, mudando uma coisa simples lá atrás, no estudo”, afirma Rogério Moraes, CEO da Kemp, empresa de projetos e gerenciamento de obras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *