Especial Pedreira: Usuários validam qualidade do agregado

De Redação – 4 de dezembro de 2014

Sucesso da Incopel na nova empreitada rende iniciativas que vêm quebrando as resistências do uso da areia industrial

Em termos estratégicos, Jorge Felippe Gewehr, da Incopel mira mais longe. Ele identificou o mercado potencial de areia artificial, mas a proximidade da demanda foi uma surpresa. Uma concreteira vizinha é o cliente mais ativo, buscando quatro caminhões diários da areia artificial, matéria prima para a produção de tubos de concreto e blocos intertravados usados na instalação de pisos. “Ele reclamava da inconsistência da areia natural, o que levava à produção de um concreto muito variável em termos de resistência”, informa o diretor da Incopel.

Desde que passou a adotar a areia artificial, o cliente e vizinho elogia a granulometria consistente e a cubicidade, fatores que aumentam a resistência do concreto.

O sucesso da Incopel na nova empreitada rende iniciativas que vêm quebrando as resistências do uso da areia industrial. A empresa forneceu, por exemplo, a areia britada que compôs o mix de uma empreiteira gaúcha, responsável pela pavimentação de uma rodovia com 60 km de extensão. Cerca de 20% do volume total (a areia natural compôs os 80% da mistura) usado na produção de um microasfalto aplicado na estrada como camada superior do pavimento. Mais surpreendente ainda foi a avaliação de outro comprador, focado na aquisição de brita de ¼.

Quando visitou a linha do HRC 800, o cliente pegou um punhado de brita e resumiu: “esse material é joia pura”. O próximo passo da linha instalada pode ser a produção de pó de pedra para rochagem, ou seja, uso como fertilizante agrícola. A viabilidade técnica e de negócios está comprovada, principalmente pela qualidade do basalto. A única adição de equipamento seria a de um aeroclassificador para recolher e acondicionar o pó em embalagens específicas. Em termos de precificação, o mineral supera, com vantagem, os fertilizantes importados. “Estamos avaliando essa possibilidade”, adianta Gewehr. A médio prazo, ele estima que a nova linha e seus três produtos venham a representar cerca de 20% do faturamento da Incopel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *