Vendas de basculantes e betoneiras crescem mesmo na pandemia

Rodrigo Conceição Santos – 06.07.2020 –

Equipamentos mostram que a construção civil destoa de outros segmentos de transportes, que puxam queda de 13% no volume total de implementos rodoviários vendidos no semestre.

Dados consolidados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir) mostram que os emplacamentos de autobetoneiras e caminhões basculantes cresceram no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período de 2019. A informação compõe um extrato total pior, no qual o setor de implementos rodoviários, como um todo, registrou queda de 13% nos seis primeiros meses de 2020, com vendas de 49 mil unidades, ante 56 mil no período anterior.

De janeiro a junho, foram emplacadas 329 autobetoneiras. O volume é 66% superior às 198 registradas no primeiro semestre de 2019. Já os emplacamentos de caminhão basculante alcançaram a marca de 2.232 unidades, crescendo 5,7% sobre as 2.112 do período anterior.

Os dados deste primeiro semestre comprovam o aquecimento da construção civil – principal usuário das autobetoneiras e caminhões basculantes. O setor tem outros indicativos que demonstram reação positiva diante do cenário de crise acentuado pela pandemia do novo coronavírus, como tem noticiado o InfraROI constantemente.

Construção destoa de outros mercados
Para o mercado de implementos como um todo, onde o transporte de cargas tem grande representatividade, os emplacamentos totais devem fechar o ano com queda superior a 10%, com volume total perto de 108 mil unidades. A informação é pior do que a porcentagem, já que no início do ano a previsão era de que o setor crescesse na casa de dois dígitos, consolidando o crescimento de 33% registrado em 2019.

Na análise da Anfir, o desempenho em 2019 não será ainda pior por conta do mercado de agronegócio, comprador de mais de 40% dos implementos rodoviários emplacados no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *