Ventos fracos no Ceará impactam geração de energia da CPFL Renováveis no trimestre

Redação – 07.05.2019 –

A CPFL Renováveis registrou queda de 3,9% no volume de geração de energia no primeiro trimestre de 2019. O resultado é impacto da menor incidência de ventos no Ceará, o que prejudicou a geração de energia eólica com uma redução de 5,9%. Em outros tipos de geração, como o de PCHs, a empresa teve acréscimo de 1,8%, mas isso não foi o suficiente para suplantar a queda na geração eólica.

Essa queda impactou na receita líquida da CPFL Renováveis neste primeiro trimestre foi de R$ 334,2 milhões, ante os R$ 383,5 milhões registrados durante o mesmo período do ano passado. Já o EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 192 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *